“Mas ela gosta de colecionar segredos. Coisas grandes, que ela guarda dentro de uma caixinha. É doce, doce, extremamente doce, tão doce. E ela fica ali, mastigando alegrias.”
— Caio F. Abreu

Sei lá, certas palavras machucam tanto ao ponto de não conseguirmos ser os mesmos depois delas, nem com a pessoa que as disse, nem com nós mesmos…

Lembranças de Ana. (via inaptar)

As vezes cansa sabe, você atravessar mares e oceanos pela pessoa, e mesmo assim continuar sendo uma mera opção, uma opção que com certeza vai deixar de ser escolhida no final.

Daniel Mauricio.   (via inaptar)

Quando é amor? Ah, a gente tolera, perdoa, muda, espera e suporta até o insuportável, só não desiste.

Bob Marley.   (via inaptar)

Tem uma parte de mim que cuida, ama, se preocupa. Tem outra parte que ignora, esquece, deixa de se importar. E aos poucos cada parte de mim vai entrando em ação.

Allax Garcia. (via pr0metepramim)

Eu quero é ele. Ele, ele, ele. É que não tem ninguém igual. É que não vai ter sentimento igual. É que não vai ter outra pessoa que seja assim, tão único, tão perfeito, tão, tão… sabe? Não vai ter, eu sei.

Clarissa Corrêa.    (via romantizar)

Vamos fazer assim: eu cuido de você, você cuida de mim. Não desisto de você e nem você de mim, vamos até o fim.

Lucas Lucco.    (via promisse)

Eu sempre me apaixono por você. Todas as vezes que te vi, eu sempre me apaixonei por você.

Tati Bernardi.  (via romantizar)

Se a conversa era a letra da música, o riso era a melodia, fazendo com que o tempo que eles passavam juntos se transformasse em uma música que podia ser tocada repetidamente, sem que ele se cansasse de ouvi-la.

Nicholas Sparks (via allaxg)
Queria que seu abraço estivesse me apertando ao invés da saudade.
THEME